domingo

sapiência

"Não digas tudo o que sabes
Não faças tudo o que podes
Não acredites em tudo o que ouves
Não gastes tudo o que tens


Porque
Quem diz tudo o que sabe,
Quem faz tudo o que pode,
Quem acredita em tudo o que ouve,
Quem gasta tudo o que tem;

Muitas vezes
Diz o que não convém,
Faz o que não deve,
Julga o que não vê,
Gasta o que não pode."


[provérbio árabe]

sexta-feira

casa comum

colecciono sono, desenganos e sentidos únicos. junto diversidade, abertura e franqueza. misturo tudo, em doses medidas de cansaço. pincelo com sol e lua cheia - grande, brilhante, redonda. somo-lhe dois copos de tinto bom e uns shots de fruta tropical. um pouco de fumo e muitas histórias loucas nas vidas dos outros. meto-me num taxi e vou dormir no meu ninho. os filhotes são crescidos e, da ninhada, a mais irresponsável sou eu mesma: não posso fumar e prevarico. esquerd@ sempre foi o meu lado fraco, porque haveria de ser diferente agora?
sorrio ao destino traiçoeiro e comovo-me com pouco. não quero sexo sem nexo, nem nexo sem pretexto. porto-me bem, faço tudo direitinho. consigo resultados e a vida escorre simpática. há sustos que me apanham de repente e atemorizada sacudo as penas. troco salário por mil encargos... nada é meu, só eu.




post scriptum: perguntar sempre como vais? pois se há coisa menos humana é manifestarmos atenção com alguém que só vê o seu mundo e nem se lembra de nos ripostar: 'e essa saúde?' ou 'o trabalho, corre bem?' 'e a família?' ou apenas 'como vai a tua vida?'. não se perde nada, é certo. acontece que o noss@ interlocutor@ pode estar a falar com alguém subitamente milionário, alguém aterrorizad@ pela doença, ou uma alma à beira da redenção...
o remorso do 'nem quero saber', mais tarde ou mais cedo, tilinta-nos na cabeça quando nos encontramos a sós, connosco.

quarta-feira

queer, antes do tempo

Annemarie Schwarzenbach - uma exposição sobre esta mulher andrógina, perturbadora, belissíma, abre no CCB a partir de 22 de fevereiro.
não a conhecia mas depois da S.S. me ter dado dicas sobre ela pelo gmail e mais recentemente pelo facebook, fiquei hipnotizada pela figura! claro que há alturas na nossa vida em que somos mais sensíveis a certas personalidades. e é muito provavelmente o caso. ao ponto de já estar a devorar o 'Morte na Pérsia', um fantástico livro de viagens e dilemas editado pela Tinta da China.
Annemarie Schwarzenbach nasceu em 1908 e morreu aos 34 anos. anjo louco e inconsolável, como nós.



domingo

hereges (2)

ÁGORA, uma história perfeita para feministas, humanistas e crentes de todas as latitudes. maravilhosa personagem aquela que raquel weisz desempenha, Hypatia - uma mulher ateia que procura conquistar o seu lugar na sociedade de Alexandria.
um filme europeu muito bem executado, em que é impossível não sentir o arrepio das turbas, e se percebe que desde sempre houve mulheres que não se recataram no amor e obediência que ele presupõe, e menos ainda aceitaram sucumbir às multidões de crentes acríticos, qual alcateia...


NINE,... uma homenagem ao cinema, dos tempos aúreos da cinecittá. uma coleção de mulheres extraordinariamente belas - ah...a sedutora marion cotillard! - e um Daniel Day-Lewis atormentado e controverso, como eram os realizadores neo-realistas europeus. eis um musical comestível mesmo para quem não aprecia musicais: é uma festa de ritmo, feita de sensibilidade sentida pela arte do cinema.

sábado

hereges




- trailer do documentário sobre feministas

sexta-feira

désormais

não dar crédito a quem alimenta o felino a gourmet
e foge de 'dar uma mão' a alguém caído na rua...

- e... se o haiti fosse aqui?!?!


terça-feira

quem não muda o mundo, muda-se

e há quem diga que a história não se repete. claro que repete, com ligeiras nuances, e nunca chega ao fim... nem vale a pena pensar - sempre entendi assim - qual é o fim.
há uma década (?!) estive numa situação semelhante. não me lembro da conjuntura toda, só dos detalhes. e agora, por muito que tentasse evitar, a situação tornou-se uma imposição de quem realmente manda nestas circunstâncias: há que aproveitar.


como diz uma amiga minha, "na vida nada é equilibrado, é tudo vacas gordas ou magríssimas!"

segunda-feira

torácica

a caixa está violada. o peito range como uma porta velha. há um assobio de vento fugindo de dentro. todo o tronco é uma harmónica roufenha. no interior, a humidade do mar da escócia. e uma dor subtil interrompida pela tosse. raivosa, compulsiva, sem macieza alguma. limita-se o expirar. inspira-se em curtos fôlegos. e novamente a porta, no peito, com dobradiças ferrugentas chiando baixinho...

domingo

santos não fazem milagres

veja-se "as vidas privadas de pippa lee" e não se estranhe as memórias insólitas, nem a mais-valia de actrizes como julianne moore, monica bellucci, ou keanu reeves. boas histórias têm personagens complexas e diálogos simples. ou vice-versa?



veja-se que ainda o "casamento entre pessoas do mesmo sexo" não tem sequer forma de lei e há quem reclame, entre os defensores do dito, o direito de casar sob a benção de santo antónio, um ícone da igreja que as/os recusa liminarmente. é razoável exigir ser sócio de um clube com preconceitos que nxs rejeitam?



veja-se o efeito balsámico de um chá de limão, ou gengibre, sobre uma caixa toráxica estourada, ou o efeito do poder curativo de gastos extra com que se cura a tristeza de tempos sombrios. o que se perde é ínfimo face ao que se ganha, ou não?

sábado

e se deus não dá...

encostada às boxes, com os brônquios k.o.
desta vez, não vale mesmo a pena contrariar o meu lado esquerdo!
...ainda a alegria de uma noite: enquanto manuel alegre dava sinal de que vale a pena acreditar na república, a voz de lula pena no musicbox sussurrava grande paleta de sensações, da vida e do adeus.



[ segundos captados ontem ao vivo, só no facebook]

...

sexta-feira

casamento em banho-maria

podia ser uma excelente notícia, assim, é só (mais) o princípio.
a aprovação esta manhã no parlamento da república da proposta do governo sobre 'casamento entre pessoas do mesmo sexo' promete arrastar-se...
graças a uma repórter parlamentar [obrigada, s.b.:)] fiquei a perceber que funciona mais ou menos assim:

o diploma desce agora à comissão parlamentar da especialidade, o be vai tentar 'entalar' o ps na questão da adopção - que, neste cenário, constitui um embróglio constitucional - o diploma volta depois a plenário para a votação final global. não havendo aí surpresas, isto é, repete-se o consenso à esquerda parlamentar na (re)aprovação, o texto está apto a seguir para a presidência da república. passaram-se aqui algumas semanas...
cavaco silva pode 1)promulgar de imediato o diploma (?!), 2)pode também veta-lo por razões políticas, e 3)pode - eu apostaria nesta hipótese - enviá-lo para o tribunal constitucional para pedir a fiscalização da lei. quer isto dizer, pede ao tc que se pronuncie sobre se o diploma está de acordo com a constituição.
feitas as contas, vão ser semanas e mais semanas em banho-maria...
com sorte, lá para a primavera ou mais perto do dia da 'pride', talvez haja casamento para todos e todas que o quiserem.
se continuar a haver governo...
p.s.- mas este dia/símbolo já ninguém nos tira!

quinta-feira

a melhor notícia até agora

os arcade fire vão lançar novo disco (o terceiro) até ao final do ano! o primeiro single, diz-se, pode sair em maio - há lá mês melhor! rezo ao padroeiro dos managers dos concertos para que se lembrem de os trazer cá no próximo verão. depois, é só 'correr seca e meca' para garantir lugar.



nos cinemas:"Where the Wild Things Are is" - inspirado na música dos Arcade Fire, a única banda que me põe em fila...
[saudades deles em 2007, coff...coff...] para os fãs, um concerto inteirinho aqui

quarta-feira

goals

dizem que a vida tem de ser por objectivos.
um, maximalista, renovar o guarda-roupa.
outro, realista, fazer mais três furos no cinto.
vou ver se encontro 'o caminho do meio'.

domingo

belo

surpreendente descoberta: this immortal coil, uma re-interpretação dos 'coil' (tb no youtube).
this immortal coil com o álbum "the dark age of love" pode ser escutado aqui. para conhecer mais deste colectivo de homenagem [Yaël Naim, Bonnie Prince Billy, Yann Tiersen, Matt Elliott, DAAU, Chapelier Fou, Sylvain Chauveau, Christine Ott, Oktopus, Nightwood, David Donatien, Nicolas Jorio] espreite-se o site ou o myspace .