terça-feira

denúncia


"En Camerún las madres 'planchan' el pecho a sus hijas."

infelizmente não há link para a reportagem, "nem peito, nem paraiso", no yo dona [el mundo, 19.07.2008). chocante, perverso, costume atroz, o desse amor que leva as mães camaronesas a queimarem com pedras quentes o peito das filhas adolescentes, para que não sejam atração do desejo dos homens. um costume que se eterniza no segredo, marca e mutila milhões de mulheres, também nos países vizinhos...

2 comentários:

Fevereiro disse...

O que as mulheres fazem para fugir. Fugir de quem? De quê? Dos homens? Da vida que lhes é proporcionada por eles e pela sociedade..? Para estas mulheres pelos vistos parece que qualquer coisa é melhor do que serem desejadas pelos homens. Talvez tenham razão!
Abraço.

Fevereiro disse...

PS. E não o digo de ânimo leve.