quinta-feira

resp/ a anúncio

nenhuma paixão se procura,
simplesmente ...tropeça-se nela.

às vezes, cai-se - pode até doer;
outras, alguém nos deita a mão.
a sobrevivência está sempre garantida.

2 comentários:

Susana disse...

Não sei se sobrevivemos sempre à paixão, pelo menos não completamente, acredito que um pouco de nós morre em todas as histórias de amor, não somos sempre iguais...
Beijinho, grande!

Eva Shanti disse...

Uma paixão não se procura, encontra-nos. Umas vezes é fulminante, do tipo coup de foudre, outras vezes, quando damos por isso, estamos enterrados nela até às orelhas.

Mas uma paixão aspira-se e é importante estarmos disponíveis.

Se não houver disponibilidade muita coisa nos passa ao lado, e é uma pena.

Bjs