segunda-feira

mulheres (I)

...são assim: o dever chama e arranjam éne coisas para fazer pelo caminho.
Há milhares de caracteres à espera de se transformarem numa história apetecível e coerente, e eu adio.
Horas e horas de cansaço acumulado reclamam o sono dos justos, e eu adio.
Não gosto de adiar, mas também não gosto de precipitações.

Assim sendo, abre-se um interlúdio para falar de:
"MULHERES da libertação sexual à cultura do sexo",tema de capa do Courrier Internacional (nº39 edição portuguesa, de 30/12 a 5/1/2006).
Algo para reflectir, um dossier incompleto mas interessante. Vale muito a pena ir lendo, sobretudo pelas teses de Ariel Levy e de Maureen Dowd, e dos livros que cada uma delas publicou recentemente, ainda sem tradução portuguesa.

1 comentário:

Rita Dantas disse...

O Courier é brilhante, nada me dá tanto gozo ler em Portugal (ou noutro lado qualquer, talvez dê ex-aequo com a Spiegel...)!